O pensamento horizontal e o pensamento vertical

Vivemos num mundo cheio de informação. Muita informação. Quanto mais a tecnologia avança, mais informações parecemos processar. Mais dados sendo consumidos nos nossos sistemas. Nos nossos aparelhos e na nossa mente.

É fundamental aprendermos a organizar nossa mente e termos consciência de como pensamos. Este têm sido o objeto de estudo das minhas observações pessoais.

Comecei a compreender que existem em mim dois tipos de pensamentos: O pensamento horizontal e o pensamento vertical.

O pensamento horizontal é aquele que costuma ocupar a maior parte do nosso tempo. É o pensamento nas coisas que estão no nosso plano físico. Nosso trabalho, nossas tarefas, as pessoas que conhecemos, as notícias que lemos… Basicamente tudo que está ao nosso redor.

E é tanta informação que nos esquecemos que existe algo além disso. Algo que somente pode ser acessado quando verticalizamos o pensamento.

O pensamento vertical nos leva para o alto. Elevamos nosso pensamento além da matéria e nos lembramos que existe algo maior que tudo isso. O pensamento vertical nos conecta com nossa alma. Nos lembramos de que estamos sendo influenciados pelos astros, nos conectamos com energias mais sutis. Lembramos dos elementais, dos anjos, dos mestres, de Deus.

O pensamento horizontal divide em passado e futuro. O pensamento vertical traz o presente.

O pensamento horizontal classifica em certo e errado, bom ou ruim. O pensamento vertical é neutro, sem julgamento.

O pensamento horizontal te desconecta de quem você é. O pensamento vertical te lembra da sua origem, uma partícula de Deus.

Os olhos abertos ativam o pensamento horizontal. Os olhos fechados conduzem ao pensamento vertical.

Fazer muita coisa aciona o pensamento horizontal. Respirar e alinhar a coluna nos conecta ao pensamento vertical.

A cada respiração temos uma nova oportunidade de nos lembrarmos de verticalizar o pensamento. Basta estar presente e consciente.